segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Estudo de caso: Proximidade perigosa.







Qual o erro de quem apanhou? Simples!! Não manteve nossa regra básica de manter a distância mínima de 1,20 metro. Com a proximidade, o agressor iniciou com a cotovelada, e dar for fácil. Qualquer iniciante em Kombato saberia desta mancada!

Percebam que isso acontece também em outras situações: