segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Descubra se o seu parceiro é violento


Descubra se o seu parceiro é violento

A violência pode surgir das pessoas menos esperadas e não existem fatores que determinam o perfil do praticante da violência entre casal, contudo existem sinais que indicam violência, pequenos comportamentos que a partida parecem inofensivos ou provocados por uma simples discussão. Não se deixe enganar, todos esses indícios podem revelar uma personalidade violenta que o praticante irá desenvolver ao longo da relação. Com este artigo do Sentimento Calmo será possível identificar alguns desses comportamentos agressivos que estão camuflados em atitudes aparentemente normais.

violência no seio da relação amorosa é um tema cada vez mais debatido, geralmente associado à violência doméstica contudo não acredite que este tipo de práticas existe apenas no casamento.Muitas vezes a violência é iniciada no namoro e numa fase muito recente da relação. Mais ou menos indiciantes, estes comportamentos podem ser reconhecidos se estiver atenta aos sinais que o parceiro vai revelando ao longo do tempo.

Esteja atenta aos sinais que indicam violência por parte do seu parceiro:

  • Tentativa de controlo do seu dia-a-dia – Este é um ponto que deve ser analisado com cuidado e deve ser interpretado da melhor forma possível. O controlo do dia-a-dia não pressupõe necessariamente uma predisposição para a violência. A violência associada ao controlo excessivo passa pela tentativa de saber tudo o que se passa no dia-a-dia da pessoa, tudo o que contamos e não contamos, sistematicamente e de forma agressiva, como se tratasse de uma obrigação. É de destacar que é perfeitamente normal conversar sobre o dia-a-dia com o seu parceiro, num diálogo saudável e rico, para a melhor convivência do casal. Esteja atenta ao controlo excessivo e sistematizado nestes casos em que a relação parece tornar-se numa relação parasita.
  • Ameaças em tom sério – Por mais simples que a ameaça seja, muitas vezes pode vir disfarçada de brincadeira, mas pode indiciar práticas de violência no futuro. Uma tentativa de controlar as ações da outra pessoa ou simplesmente não permitir alguma ação. Ambos são sinais de que o seu parceiro se revela violento-. A afirmação de “quem manda sou eu” ou outras afirmações de controlo são também indícios fortes de erros a evitar numa relação amorosa. Perceba o tom de voz com que o seu parceiro fala, a linguagem não-verbal é muito importante para determinar o tipo de relação entre o casal.
  • Pequenas brincadeiras com violência – Começa por uma simples brincadeira e acaba num puxão de braços forte? Uma tentativa de agressão, ainda que não se chegue a realizar? Esteja atenta a todos estes comportamentos, brincadeiras entre o casal são perfeitamente normais, contudo os aspetos violentos não devem estar inseridos nestas ações. A brincadeira e a violência são geralmente os hábitos mais praticados inicialmente pelas pessoas violentas efatores que acabam por destruir a relação.

O meu namorado revela indícios violentos, o que faço?

Se o seu namorado revelar alguns indícios violentos é preciso tomar algumas atitudes e decisões. Contudo não seja precipitada, vale sempre a pena conversar com o seu parceiro sobre todos estes indícios, não retirando apenas conclusões através da sua observação e análise. Converse com o seu parceiro sobre todas essas atitudes e procure uma explicação para a mesma. Se já confirmou ou foi vítima de algumas práticas de violência não se deixe ficar assim mesmo, desabafe e procure ajuda especializada, muitas vezes os casos de violência na relação ficam sem esclarecimento por falta de ação, de procura de uma solução para este problema que cada vez mais afeta a nossa sociedade. Não se permita iludir nem deixe que uma situação de violência atinja níveis altos, esteja atenta aos sinais e aja perante estas situações.
Artigo escrito por Patrícia Gargaté, estudante na área de jornalismo, colaboradora do Sentimento Calmo e escritora no seu blog pessoal – Way Out Of Here


Link Original