terça-feira, 10 de dezembro de 2013

NOTÍCIA TRISTE NO KOMBATO

Gláucio, Meu irmão de armas, soube agora do ocorrido. Não sei o que dizer, o que pensar. Gostaria muito que sua esposa entrasse em contato comigo, para sabermos detalhes, e no que pudermos ajudar. Você é um amigo, um Kombatente de honra. Em fevereiro você iria alcançar a tão almejada faixa-preta. Novamente você será o primeiro. Mas desta vez de uma forma triste, será o primeiro a receber a faixa-preta de forma póstuma. Hoje todo o kombato chorará, todos os seus amigos, seus alunos, seus familiares, e todos que te dão valor. Nos encontraremos juntos em algum campo de batalha, em algum lugar, em algum outro tempo. Tenha certeza disso. Hoje teremos 1 minuto de silêncio em todas as aulas. E você ouvirá este silêncio. E saberá que estamos todos juntos contigo, com nosso uniforme onde você estiver. Tenho esperança que, onde você estiver, poderá ler estas palavras. Do seu amigo, Paulo Albuquerque.